Feeds:
Posts
Comentários

[Garay, 2011]

Vamos então nos divertir com pouco:

Aproveitando o meu recente envolvimento com uma disciplina de divulgação científica (ou  “DC”) resolvi voltar ao bonde enquanto ele ainda estava andando e mostrar pra vocês algumas dicas de escrita de textos de DC.

Como não quero propor algum tipo de manual, resolvi produzir um material para servir de exemplo de:

Parte 2: “Como não escrever um texto de DC.”

_________________________________________________________

DESCOBERTA A CURA PARA TODAS AS DOENÇAS DO MUNDO

Psiclotryum germaniensis

Através da integração do pleixiossoma vermifungiforme humano com o blastrocromoporóforo do Psiclotryum germaniensis, cientistas japoneses descobriram um negócio muito difícil de explicar, que vocês com certeza não vão entender. Sabe como é, eu sou um cientista e estudei anos pra adquirir tal nível intelectual e é impossível conseguir simplificar o meu conhecimento genial ao ponto de você compreender tudo. Mas vou tentar explicar na sua língua.

Sabe aquele bichinho bonitinho que mamãe costumava achar no bosque quando passeava com você para colher amoras? Então, o P. germanensis é aquele lá. Ele tem um treco no estômago que faz uma parada doida com um outro negócio maneiro que temos na nossa barriguinha. Os dois são juntados por um cientista (ou “gênio-maluco-de-óculos-e-jaleco”), dentro de um laboratório e *ZUM*!!! A mágica da ciência está feita!

Pleixiossoma vermifungiforme humano in vivo

Se você não entendeu nada até agora, então é porque nunca seria um bom cientista, mas vamos lá. Vou tentar fazer você entender com linguagem popular.

Imagine o Pelé…

Ok, agora imagine a Xuxa…

Ok, agora imaginem que o Pelé é aquele bichinho bonitinho que mamãe costumava achar no bosque quando passeava com você para colher amoras, e que a Xuxa é uma doença. Agora imagine que a Xuxa vai dar um drible da vaca no Pelé. Não dá, certo? Mas o Pelé consegue dar um drible na Xuxa. Fácil. Pois então é assim que foi feito. A coisa que o Pelé tem (blastrocromoporóforo) serve pra dar um drible na Xuxa (todas as doenças do mundo), e é isso que o cientista fez. Este é o trabalho de um cientista. Já viu Harry Potter? Então, é parecido.

Cientista testando o paradoxo de Weissmüllerdfunvocht in vivo em cobiaia humana

Mas existem controvérsias. Um cientista alemão, trazendo um verdadeiro prejuízo ao desenvolvimento científico, contesta a pesquisa, dizendo que na verdade:“Alles hat ein Ende, nur die Wurst hat zwei.”, e que todo o estudo deveria ser refeito contemplando o paradoxo de Weissmüllerdfunvocht, que ressalta o fato de que o Psiclotryum germaniensis não é encontrado no planeta Terra há mais de 5 bilhões de anos.

Não entendeu de novo, né? Ok, vamos devagar. Isto significa que Pelé nunca poderia ter driblado Xuxa, pois os dois nunca jogaram bola juntos, e além disso, Pelé teria que ter ido no Planeta Xuxa muito antes dele existir.

Espero que vocês nunca mais leiam minha coluna, pq ciência é coisa pra cientista!

Dr. Ewsol Hoffoda Hyponto.

_________________________________________________________

Ficam as dicas!

1 – Use títulos sensacionalistas e mentirosos para dar falsas esperanças.

2 – Use uma linguagem incompreensível.

3 – Trate o seu leitor como um idiota, já que ele não vai entender nada que você tentar explicar mesmo.

4 – Utilize exemplos de coisas que estão completamente fora do cotidiano das pessoas.

5 – Utilize metáforas absurdas, compreensíveis somente na sua cabeça.

6 – Não tenha nenhum compromisso com a verdade e não cheque a fonte das suas informações.

7 – Ilustre seu texto com imagens ininteligíveis (piada interna: nesse a Lycia passa com 10).

8 – Dê falsas esperanças para toda a sociedade.

9 – Mistifique a ciência.

10 – Publique esse monte de besteira em um lugar pra muita gente ler.

Claro que esse texto é um exagero, mas o engraçado é que muitas vezes acabamos fazendo inconscientemente o que tá aí em cima. Tirem suas próprias conclusões!

Myrtaceae, 2010

Bibliografia não recomendada para quem quer escrever textos como este:

Sophie Malavoy. Guia prático de divulgação científica . Rio de Janeiro: Casa de Oswaldo Cruz, 2005. 52p.

Poucas pessoas no mundo entendem o quão sério é um cálculo renal.

Normalmente, a resposta é dois.

Claro que rins se perdem, são doados, ou mesmo nunca se formam. Alguns contraem rinite, outros rinolaringologista… Mas o que a maioria das pessoas não compreende é que os rins têm uma responsabilidade importantíssima: além de filtrar as excretas do sangue, eles devem distribuir presentes à todas às criancinhas que foram boazinhas e beberam muita, muita água durante o ano todo.

Era uma vez, há muitos e muitos anos atrás, antes mesmo do século XIXI, um bioma onde o martírio assolava as tristes células dos organismos pluricelulares. Frágeis e indefesas, as pobrezinhas tinham que se livrar das excretas resultantes de seus metabolismos, não tendo outra escolha a não ser liberá-las bem na cara de suas vizinhas. E durante muito tempo as células irmãs viveram em sua própria imundice. Até que, num belo período geológico, um grupo de rebeldes, cansados do açoite nitrogenado vindo de seu próprio povo, decidiu tomar uma atitude. O movimento reuniu as células mais inflamadas em energia, dispostas a empunhar seus flagelos contra a opressão dos dejetos. E assim, depois de muita luta e perseverança, surgiu o primeiro ser vivo livre dos grilhões metabólicos impostos pela maléfica difusão. Sim… pela primeira vez, uma ceita dedicada exclusivamente a filtração e excreção se levantou e tomou as rédias da seleção natural. O lendário organismo recebeu o nome de Paraprotomixonefroel. Com o tempo, passou a ser conhecido apenas como: Papa Noel.

Desde seu surgimento, Papa Noel dedica todos os seus esforços em prol da libertação de todos os seres vivos, contra a opressão do cruel chamado da mãe natureza. Mas, obviamente, Papa Noel nunca poderia realizar tão árdua tarefa sozinho… para isso, procurou o auxílio do seres que mais entendem de assuntos renais: as renas. Dessa ilustre aliança, surge um dos dilemas mais enigmáticos que perduram até os dias de hoje: qual a velocidade média do vôo de uma rena (africana, antes que me perguntem)? A questão, mais conhecida como “Cálculo Renal”, ainda está para ser esclarecida. Ou amarelada, se vocês não beberem muita água. Quem sabe através do filtro das novas tecnologias, uma descarga de novas teorias não venha a nos aliviar desse aperto.

É rin hein…

Pinto, 2010

Sabe-se que o o futuro de uma espécie esta diretamente ligado ao sucesso reprodutivo dos indivíduos que a compõem. Inseridos nessa orgia imediatista de proliferação, os seres vivos tem investido fortemente em diferentes meios de atrair parceiros.

Existem alguns fatores diretamente ligados a esse sucesso como por exemplo: visual arrojado, boa vocalização, dente de ouro, diheiro, aparecer no faustão, dinheiro, viagra, dinheiro, ser um coelho no cio, ser pobre, não ser chinês, esquimó ou eunuco, e finalmente, porém não menos importante, dinheiro.

No contexto atual, a expressão se tornou um tanto controversa. O que é facilmente compreensível quando levamos em conta o período pós-Revolução Francesa e a cantora Susan Boyle. Não concordam? De fato, atualmente o sucesso pode não vir acompanhado da reprodução (e.g. Dercy Gonçalves, aclamada atriz), assim como a reprodução pode ocorrer sem estar acompanhada do sucesso (e.g. José da Silva, pai de 17 filhos). Existem ainda casos extremos onde o sucesso reprodutivo vem desacompanhado da reprodução (e.g. Silvia Saint).

Mas atentem, meus caros, pois a questão do sussexo não é traço exclusivo dos seres humanos. Podemos ver animais e até plantas investindo nesse assunto! Pesquisas do Instituto DataFoda-SE, no Sergipe, indicam que vocalização é o caráter que mais afeta o sucesso reprodutivo. No início, era evidente que o som promíscuo do momento era o Sertanejo (não confundir com ser tanejo) o qual gerou uma grande irradiação adaptativa nesse nicho e graças a Darwin, a seleção natural deu cabo do problema. Estes seriam alguns registros fósseis das espécies extintas:

Estudos realizados pelo laboratório de Ecou Logia Animal, registraram alguns destes animais vocalizando em pleno habitat natural. Trabalhos como esse fornecem um panorama da diversidade de formas de vocalização que surgiram e se modificaram ao longo do tempo.

Vertente techno de vocalização:

Vertente Death Metal de Vocalização:

Vertente Hip Hop:

Com o avanço tecnológico ao longo dos anos, a experimentação humana atingiu extremos, como o exemplo a seguir. Gostaríamos de deixar algumas perguntas a serem respondidas em trabalhos posteriores sobre o assunto. Acreditamos que há necessidade de investir-se mais verba  nessa vertente (afinal nosso sucesso reprodutivo depende disso) para que novas descobertas possam nascer, crescer, se reproduzirem e morrer. Agora, observem e tentem responder o que seria isso:

Altíssima derivação desse caráter graças a tecnologia? Um filho bastardo do Kid Bengala? Excesso de tempo livre e falta do que fazer na vida?

Gnomo & Pinto

Senhoras e Senhores!

Moças e Rapazes!

Machos e Fêmeas!

Haplódies e Diplóides (triplóides não) !

Briófitas e Pteridófitas!

Mães e Primas!

Protostomados e Deuterostomados!

Eucariotos e Procariotos!

Hermafroditas e…

Chegou a hora de presenciar o desfecho do concurso mais bombástico, mais cisudo, mais sinapomórfico, mais tanejo, mais monossilábico, mais strogonóffico e mais esperado de toda essa semana!

SIM!

O concurso que elgerá as gatas molhadas mais sensuais de todos os tempos!

A multidão está enlouquecida!

Em breve conheceremos as belas finalistas que farão parte do calendário de 2011!

É muita loucura!

Os espectadores e espectorantes estão ensandecidos!

Olhem pra isso!

QUE DOIDERAAAAAAA!

UAAAAU!

Realmente será um espetáculo memorável!

Inacreditável!

Quanto rebuliço!

É chegada a hora!

Preparem-se senhoras e senhores, para os mais fotogênicos gatos pingados da nossa geração!

Aí vem as belas concorrentes!

-Miss Bravinha-

Ela tem charme e graça, mas não faça nenhuma graça, senão ela vira uma fera! De graça...

-Missabonete

Ela desliza pela passarela como se fosse um gato ensaboado...

-Miss Beyondé-

Oh oh oh oh, All the single kitties, all the single kitties...

– Miss Cath Vader-

Lassie...eu sou tua mãe...

-Miss Borralheira-

Uma excelente dona de casa que sabe se virar na cozinha, toma conta das crianças, não perde o rebolado e sempre cai em pé!

-Miss Covaosdentes-

Para dentes brancos assim! Ah, isso foi o flash...

-Miss Lisboa-

Os bigodes dão um toque especial...

-Miss Gatopurlebri-

Ih...não era pra ela ter entrado agora....acho que troquei...

-Miss Piscadela-

Wink Wink

-Miss Péra-

Impressionante! 7 anos nas costas e nenhuma plástica! Segundo ela, seus segredos são, muito atum, caçar um rato por dia, arranhar o braço do sofá a cada três horas, miar a madrugada inteira. Ela jura que é contra regurgitar bolas de pêlo pra ficara em forma.

-Miss Snoop Catt-

Yeah motha-fokaaaa WIKI WIKI WIKI Yeah, a-ham, What ya doin now, nigga

-Miss Preguiça-

.

-Miss Quisita-

Não dá vontade de levar pra casa? Não ne...

-Miss Edinanci-

Qual foi? Quer levar uma surra de gato morto?

Votem na sua candidata favorita!

Pinto, 2010

Olá amiguinhos e amiguinhas!

Estamos há tanto tempo sem atualizar que o dedé já deve estar estudando as aranhas que estão produzindo teias no blog.

Por isso, como estou(amos) sem tempo para elaborar posts mais bem elaborados, elaborei uma elaboração muito elaborada e postei pra vocês: o assunto mais manjado de correntes de e-mail, mas que nunca deixa de nos divertir!

Pérolas de vestibular!

Apesar de nunca terem a veracidade de suas origens confirmada, elas não deixam de ser engraçadas, e você sempre descobre uma que não tinha lido antes.

Pra não dizer que eu só dei CTRL+C CTRL+V, eu adicionei comentários às pérolas!

Divirtam-se!

A AIDS é transmitida pelo mosquito AIDES EGIPSIO. (se fosse, FUDEU!)

O nervo ótico transmite idéias luminosas ao cérebro. (Foi assim que nasceu o iluminismo!)

As aves tem na boca um dente chamado bico. (Fórmula dental 0-0-1)

Os ruminantes se distinguem dos outros animais porque o que comem, comem por duas vezes. (Por isso são gordinhos!)

O coração é o único órgão que não deixa de funcionar 24 horas por dia. (Por isso que você tem ressaca! O fígado dorme com você)

Os hermafroditas humanos nascem unidos pelo corpo. (E os siameses nascem unidos pelo pênis)

As glândulas salivares só trabalham quando a gente tem vontade de cuspir. (Preguiçosas…)

A respiração anaeróbia é a respiração sem ar que não deve passar de três minutos. (E a aeróbia é a com ar que só pode começar depois de três minutos)

O calor é a quantidade de calorias armazenadas numa unidade de tempo. (Coma bem devagar! Diminuindo o tempo, você pode comer o quanto quiser que não engorda!)

Biologia é o estudo da saúde. E para beneficiar a saúde é que o Dr. Fontoura inventou o biotônico. (E para beneficiar a saúde do professor é que o aluno inventou a pérola)

Ecologia é o estudo dos ecos, isto é, da ida e vinda dos sons. (Éco lógico!)

Solo é quando numa orquestra um dos músicos “capricha” sozinho e os outros ficam na escuta. (Por isso, desejando um solo rico, o fazendeiro pediu para o Steve Vai, o Slash e o Joe Satriani plantarem batatas para ele)

Antibióticos são esses remédios que os médicos receitam para liquidar com a febre dos doentes, mas muitas vezes liquidam é com o doente. (Filhos da puta!)

Assexuada é a pessoa que não está nem do lado de cá nem do lado de lá. (E bissexual é a pessoa que tem tara por wafers achocolatados da Lacta)

Em quantas partes se divide a cabeça?” Resposta: “Depende da força da cacetada”. (Psicotécnico FAIL)

… os desmatamentos de animais precisam acabar (E a caça predatória de jequitibás também)

Hoje endia a natureza não é mais aquela (É outra)

A principal função da raiz é se enterrar. (Ela é tímida gente!)

O terremoto é um pequeno movimento de terras não cultivadas. (E o MST, Movimento dos Sem Terremoto, luta há anos para acabar com a desigualdade)

Quando um animal irracional não tem água para beber, só sobrevive se for empalhado. (O Nordeste em época de seca é praticamente um museu de taxidermia a céu aberto)

Os crustáceos, fora da água, respiram como podem. (Ainda bem que podem!)

As ondas do rádio se propagam no éter. O éter é um líquido que deixa as pessoas tontas. Ele evapora com muita facilidade, e quando ele evapora, as ondas do rádio vão juntas. (E o lança-perfume é uma droga que dá onda quando ondas de rádio penetram no cérebro)

O peso molecular do chumbo é aproximadamente uma enormidade. (Chumbo grosso!)

Todos os seres humanos (menos algumas exceçoes) habitam esse pequeno e frágil globo chamado planeta Terra. (Ué! Os astronautas não!)

Caráter sexual secundário são as modificações morfológicas que acontecem após um indivíduo sofrer suas primeiras relações sexuais. (Para as meninas também chamado de “perder a florzinha”)

Abraços,

Myrtaceae, 2010